• Alan Sambista

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL (OUTUBRO)



A categoria de 'Melhor Roteiro Original' é uma verdadeira salada de títulos populares e independentes. Alguns filmes ainda não foram assistidos, mas a largada aqui parece bem segura, até então, sendo a categoria que Belfast deve gabaritar.


Belfast se mantém como o favorito, sendo o frontrunner ao Oscar de 'Melhor Filme', conquistando o público de diversos festivais (incluindo o de Toronto). O filme foi chamado pela crítica de "o mais pessoal" do diretor. Kenneth Branagh, diretor de Belfast conta as memórias de sua infância de forma divertida e encantadora, prometendo ter um roteiro mais acessível e encantador do que Roma (2018) de Alfonso Cuarón, que possui aspectos técnicos semelhantes ao filme de Branagh.


Don't Look Up de Adam McKay é uma comédia que promete ser no mínimo interessante. Não são todos os filmes de desastre que atraem atenção para o Oscar, mas se tratando da escrita de McKay, é um roteiro que se destaca facilmente entre os demais. O longa parece ter sido bem aceito nas exibições de teste, e foi dito que será uma comédia hilariante e inteligente, o que justifica seu segundo lugar na lista.


King Richard é um dos grandes filmes do ano, o filme está em alta e tem tudo para ser um dos favoritos ao Oscar. Seu roteirista Zach Baylin é estreante, mas no texto que fala a trajetória das irmãs Venus e Serena Williams, o roteiro de Baylin trás sentimentalismo e complementação que ajudam no engrandecimento do filme, sendo definitivamente um jogador para a temporada de premiações.


Com o filme da A24, C'mon Cmon', o diretor Mike Mills teve as melhores críticas de sua filmografia. Ele já foi indicado ao Oscar 2017 na categoria com '20th Century Woman' e provou suas habilidades de escrita com filmes dramáticos. O filme independente está tendo uma boa recepção em geral, por mais tenha sido indicado ao Gotham Awards 2021 apenas em categorias de atuação.


Licorice Pizza de Paul Thomas Anderson não pode ficar de fora. O diretor tem um respeitoso histórico na categoria, por mais não tenha vencido nenhuma das indicações que obteve com Boogie Nights (1997), Magnolia (1999) e There Will Be Blood (2007). O diretor é reconhecido e querido pela bancada do Oscar, além de ser extremamente aclamado pela critica especializada. Sua indicação é uma realidade.


As apostas de Outubro são:

  1. Kenneth Branagh, Belfast

  2. Adam McKay, Don't Look Up

  3. Zach Baylin, King Richard

  4. Mike Mills, C'mon C'mon

  5. Paul Thomas Anderson, Licorice Pizza